Latest News

Lelé - João Filgueiras Lima - Centro de Exposições do Centro Administrativo da Bahia





João Filgueiras Lima carinhosamente conhecido como Lelé é mais um dos grandes arquitetos e artistas brasileiros que já nos deixou mas o seu legado ficou impresso em concreto. O Centro de Exposições do Centro Administrativo da Bahia é mais uma das incríveis realizações , simétrica e com perfeito equilíbrio é inteiramente suspensa cinco metros acima do chão. Seus trabalhos eram, na maioria, erguidos usando pré-fabricados de concreto e argamassa armada. Sobre as curvas de suas construções, Lelé alegava terem sido inspiradas no trabalho de Oscar Niemeyer, com quem iniciou a carreira na construção de Brasília. 

As soluções arquitetônicas presentes em suas obras lhe garantiram o prêmio da Bienal Ibero-Americana de Arquitetura e Urbanismo, em Madri, 1998; a Sala Especial na Bienal de Veneza de 2000; e o Grande Prêmio Latino-Americano de Arquitetura da 9ª Bienal Internacional de Arquitetura de Buenos Aires, em 2001

A necessidade de racionalização na construção de Brasília, despertou em Lelé o interesse na tecnologia de racionalização do uso do concreto armado, levando-o ao leste europeu para conhecer as tecnologias de construções pré-fabricadas aplicadas em países como União Soviética, Checoslováquia e Polônia, em meados da década de 1960.

A preocupação com o alcance social é uma característica marcante das obras de Lelé. Foram vários os projetos de creches, escolas públicas e hospitais A obra de João Filgueiras Lima, o "Lelé", destaca-se pela combinação entre a exploração da industrialização na construção civil - a criação de componentes pré-fabricados em série - e o recurso da forma livre, frequentemente sinuosa, herdada de seu convívio com Oscar Niemeyer .






















Sem comentários: